terça-feira, 12 de abril de 2016

HORA DE TIRAR A FRALDA: DICAS QUE AJUDARÃO NESSA TRANSIÇÃO





Olá mamães, muitas de vocês estão ou já passaram por este processo. Eu por enquanto estou um pouco longe, mas li muito a respeito e deixo aqui algumas dicas:

Sabemos que  processo de retirada das fraldas dos bebês a paciência deve ser o lema dos pais e das mães. Não adianta querer apressar, nem forçar a criança a deixar a fralda de lado de uma vez. Tudo deve ocorrer de forma natural, aos poucos, e com o consentimento do bebê, do contrário, a pressão dos pais pode resultar em problemas sérios, um exemplo clássico é a prisão de ventre.

Pensando no bem estar dos pequenos, e também em solucionar as dúvidas dos pais em relação ao tema, reuni algumas dicas para simplificar as etapas da retirada das fraldas. Confira a seguir:



·         Segundo especialistas, quando a criança já possui domínio de habilidades básicas como correr, andar e consegue ficar sentada por um período de pelo menos cinco minutos, já pode ser um sinal de que o processo pode ser iniciado. Outro indício é quando a própria criança já consegue comunicar aos pais que fez xixi ou cocô apontando ou falando.

·         O primeiro passo é  explicar o que acontece no banheiro para que assim o pequeno entenda que ali é o local correto para se fazer as necessidades. Compre um penico para a criança, explique para o que ele serve e espere ela se familiarizar com o objeto. Depois tente estimulá-la a fazer suas necessidades ali, sempre estando junto com ela, conversando e explicando o porquê de tudo isso.

·         Apenas depois que o bebê conseguir acordar pela manhã com a fralda seca é que se pode arriscar tirá-la também durante à noite. Muitas vezes as crianças podem se esquecer de pedir para ir ao banheiro, por isso os pais devem perguntar se o pequeno está com vontade várias vezes ao longo do dia. Depois de seis meses os pais já podem consideram o processo completo.

·         Depois do penico, os pais devem incentivar a criança a usar o vaso sanitário. Os redutores de assento são auxiliares eficazes nessa fase de adaptação. Algumas crianças demoram mais que outras para deixarem as fraldas, mas isso é completamente normal. A entrada na escola também colabora para que a própria criança queira deixar o uso, já que lá ela verá exemplos de coleguinhas que já deixaram as fraldas. O mais importante é fazer desta transição um período de proximidade e amor com o pequeno.

Fica aqui minhas dicas, espero ter ajudado..

bjs

Cah Teixeira

6 comentários:

  1. Ótimas dicas! Aqui em casa estamos alcançando o desfralde noturno com muito esforço. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Ai, ai, daqui a pouco passaremos por essa fase, e as dicas serão muito úteis.bjs

    ResponderExcluir
  3. Aqui ajudou muito um livrinho chamado "meu penico". Super indico. ;)
    Bossa Mãe

    ResponderExcluir
  4. Adorei as dicas, em breve estarei nessa fase!

    ResponderExcluir
  5. OI Cah, já passei por isso duas vezes e faz um bom tempo. Mas é sempre legal rever os assuntos e ainda relembrar como foi comigo. Aqui eu fiz o desfralde de uma única vez e não usei penico, fui direto para o vaso. Contei como fiz e as dicas que usei neste post aqui http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/2011/02/hora-certa-para-fazer-o-desfralde.html
    beijos
    Chris

    ResponderExcluir
  6. Oi Cah, esse post vai ajudar muito as mamães.
    JM usou poucos dias o penico, ele queria usar o vaso, igual ao papai.
    Bjus

    ResponderExcluir

Ski Montain Park - Adoramos

Localizado na Estância Turística de São Roque, a apenas 54 km da cidade de São Paulo, o Ski Mountain Park tem fácil acesso pelas Rodovias C...